Arquivo de julho, 2010

O técnico Dunga confirmou logo após a eliminação brasileira para a Holanda na Copa do Mundo que não continuará no comando da seleção, que assumiu após o fracasso na Copa da Alemanha, em 2006. Segundo o treinador, o plano era ficar apenas até o final do Mundial da África do Sul.

– Quando eu cheguei à seleção, já se sabia que eram quatro anos que eu iria ficar.

A derrota para a Holanda por 2 a 1 marca, assim, o fim da trajetória turbulenta do ex-volante no comando da seleção.

Apesar do bom desempenho nas eliminatórias para a Copa (que incluíram vitórias sobre Argentina em Buenos Aires e Uruguai em Montevidéu), e dos títulos na Copa América-2007 e Copa das Confederações-2009, o técnico também se envolveu em conflitos com jornalistas e causou polêmica com a lista de convocados para o Mundial sul-africano – deixou de fora atletas como as promessas Neymar e Ganso (Santos) e o astro Ronaldinho Gaúcho, do Milan.

Outros atletas escolhidos por Dunga foram muito questionados por torcida e opinião pública, como os volantes Felipe Melo e Kleberson, o meia Julio Baptista e o atacante Grafite. O único titular era Felipe Melo, que complicou a partida contra a Holanda após ser expulso no segundo tempo por dar um pisão em Arjen Robben.

Antes, o volante havia marcado contra, de cabeça, no gol de empate dos holandeses. No segundo, falhou na marcação de Wesley Sneijder, que também fez de cabeça.

R7.com

Anúncios